Não é um filme do Freddy Krueger, mas se você tá na lista desses caras, deve tá com um puta medo de ir dormir agora. O papo é retíssimo, embora deixemos os nomes de lado pra não causar muito mimimi.

Como inimigo é mato, não bastou só uma faixa, já com a parceria do Msário, teve que rolar um remix com reforço de Rashid e Sant. O beat ainda continua nas mãos do Marechal e do Mikimba e a mixagem e masterização com o mestre Luiz Café.

O convidado paulista não poupou alvos. Aliás, rolou até uma referência aos jogos de tiro. Foi dali pros “revolucionários” que gritaram pelos franceses do Charlie Hebdo, mas ignoraram um atentado ainda mais brutal na Nigéria, e sobrou também pros faladores do RAP, que sempre merecem ouvir umas linhas.

O jovem carioca pegou dali, asfixiando faladores e invejosos, e elevou a barra na devolução pro povo, sempre com um conteúdo diferenciado. Salve pra linha “Motivo do dono da Coca não beber refri é o mesmo de Deputado Federal não morar aqui”.

Ainda não é sabido se a nova versão vai junto com a antiga no CD “Selvagem”, mas é fato que ela já tá no esquema pra download oficial.

Não perca mais nenhum post!

Qual a sua opinião?

1 Comment

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*