Mais um ano de muitos acontecimentos pro Hip Hop Brasileiro, um ano que trouxe a volta de muitas lendas às atividades, grupos que se reuniram e, infelizmente, um ano de certas picuinhas.

Em meio a tantas emoções, entre alegrias, tristezas e decepções, separamos alguns momentos que deixaram uma marca no ano e merecem ser relembrados.

*Momentos apresentados em ordem cronológica, do mais antigo ao mais atual;
**Evitamos colocar clipes e discos na lista porque em breve faremos uma especial para cada uma das duas categorias.

Participação do Slim Rimografia no Big Brother Brasil

Slim Rimografia no BBB 14

Não foi o primeiro rapper a participar de um reality show (inclusive, conversamos com o Xis sobre o assunto; ele participou da “Casa dos Artistas”, do SBT), mas, em tempos de redes sociais, com certeza foi o mais comentado. Aliás, foi tanto falatório que antes mesmo do Slim Rimografia aparecer dentro da casa, a gente já tinha separado 10 tweets que faziam tudo valer a pena. No fim das contas, ele acabou não vencendo, mas conseguiu, mesmo que discretamente, mostrar um pouco do que é ser um rapper negro no Big Brother Brasil.

Leia a publicação completa.

Rapper é torturado pela PM e responde com música

O sul-mato-grossense Dumatu alega ter sido ofendido pela PM por ser rapper e depois torturado pelos mesmos policiais. Dias depois de gravar um vídeo detalhando toda a violência, ele resolveu responder com classe e mandou logo uma música nova direta aos indivíduos.

Leia a publicação completa.

A parceria entre MV Bill e Dexter no projeto Campo Minado

Se uma nova música juntos de MV Bill e Dexter já não era incrível o suficiente, os dois resolveram criar todo um projeto em torno da novidade. Além de uma referência sobre a situação das “pacificações” nas quebradas, “Campo minado” se tornou uma sequência de grandiosos shows em parceria. DJ Caique também participou da obra.

Leia a publicação completa.

Não perca mais nenhum post!

Qual a sua opinião?

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*