No dia 26 de setembro, foi inaugurado em São Paulo “O Marco Zero da Cultura Hip Hop no Brasil”, na esquina das ruas 24 de maio com a Praça Dom José de Barros.

Naquele pedaço de chão onde Nelson Triunfo e companhia disseminavam literalmente a dança de rua, na década de 80, foi assentada uma pedra de granito e nela gravada o nome dos breakers percussores do movimento.

Embora a dança era o grande foco da época, nomes como Pepeu e MC Jack já colavam nos eventos e não demoraria tanto tempo assim pro movimento migrar pra Estação São Bento e Thaide & DJ Hum, Racionais e tantos outros nomes aparecerem.

Pra homenagear essa história tão rica e tão pouco explorada, o diretor Pedro Gomes soltou praticamente junto à inauguração um documentário com depoimentos de quem viveu aqueles tempos e artistas contemporâneos que hoje usufruem do que foi criado lá.

Marco Zero do Hip Hop

Não perca mais nenhum post!

Qual a sua opinião?

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*