Na última sexta-feira (5), Toni C., autor da biografia oficial do Sabotage, contou seu encontro com Larissa, “filha perdida” do rapper, citada na música “País da fome”.

“Brooklin, Brooklin. Larissa, Wanderson, Tamires, meus filhos”, lê-se nos versos do som. Se Wanderson e Tamires apresentam hoje as músicas do pai em apresentações, Larissa nunca este sob os holofotes. Pelo contrário, o próprio Toni só a encontrou após o lançamento da obra.

A adolescente hoje tem 16 anos e é filha de Ana Cristina, “namorada” de Sabota na época de escola, quando já tinha esposa e dois filhos. Embora seja citada em música, o rapper não conseguiu registrá-la em cartório.

Mais sobre o Sabotage:
– 23 coisas que você não sabia sobre o Sabotage;
– 12 versos do Sabotage que você nunca tinha lido;
– Assista ao doc “Sabotage Nós” e conheça a caminhada do “Maestro do Canão”.

“Na carteirinha de vacinação até que ele deu um jeito, com ar intimidador, fez a enfermeira colocar a contra gosto como se tomasse uma Benzetacil: o ‘Mauro Mateus dos…’ no campo destinado ao pai e ‘Santos’ também no sobrenome da menina, mesmo sem ter documento algum para comprovar o vínculo familiar. Agora Maurinho ignorava o assédio e desejava reparar seus erros, lançou uma data: quinze de fevereiro de 2003, ‘Vamos no cartório registrar o meu nome como pai da Larissa’, propôs. Mas ele não viveu para cumprir”, conta o autor.

Larissa já conseguiu contato com seus meio-irmãos pela Internet e a meta agora é encontrá-los pessoalmente.

LEIA A MATÉRIA COMPLETA.

Não perca mais nenhum post!

Qual a sua opinião?

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*