Hip Hop Club - Projota em Blumenau
Crédito da Foto: Divulgação @dlayclub

As twitadas e comentários por toda cidade já anunciavam: Projota estava chegando. E mais, anunciavam também uma casa lotada. Nunca fui muito de acreditar em RTs de festas, sempre meio mentiroso, mas foi só entrar na rua da D’lay pra perceber que esse falava a verdade.

Talvez tenha sido um pouco de erro da organização, talvez uma descrença de que o show teria TANTA gente, mas ao abrir as portas apenas à meia noite, fez com que a geral ficasse socada na frente pra entrar.

No fim, tudo se acertou e estavam todos lá dentro. Como era anunciado: a casa estava lotada!

Preliminares são legais, sim…

Já é de algum tempo que os shows de RAP vêm caprichando nas “preliminares”, ou seja, naquelas horas antes da atração principal entrar. Os fãs ficam em uma alta tensão, mal prestam atenção ao redor, agoniados na espera de seu ídolo. A festa, a organização dela, precisa apresentar alternativas para atraí-los.

Além do lançamento do filme Vale Skate Movie 2, que rolava nos monitores ao redor do palco, as pick-ups estavam na mão do Dj Kbeça, residente do Bali Hai, famosa balada de verão em Santa Catarina. Com seu arsenal, que ia de umas mixagens de rock até “Black and Yellow”, do aclamado Wiz Khalifa (que até deixou o Projota animado, no canto do palco, cantando a música), Dj Kbeça deixou o público a ponto de bala.

Ainda sob o comando de Dj Kbeça nas pick-ups, uma outra atração blumenauense subiu ao palco para deixá-lo quente o suficiente para Projota. Gabriel Bomfim, ou melhor, Paulista pegou o microfone e cantou três músicas de seu já vasto repertório. Muita gente pode não ter cantado junto, por não conhecer, mas tenho certeza que muitos procuraram pelas músicas do Paulista no dia seguinte… ele representou!

Segue abaixo um vídeo que gravei, lá do meio, na música “Maloca”, do Paulista:

Conheça mais do trampo do Paulista no canal dele no youtube: http://www.youtube.com/user/urapnumpara

Diga Pro-jo-ta, diga Pro-je-ção!

E não havia mais tempo pra nada se não chamar as atrações principais. E digo no plural sim, pois normalmente falamos de Projota e esquecemos seu fiel escudeiro Dj Zala. Aliás, essa foi uma noite que talvez muita gente vai lembrar do Dj, afinal não é sempre que ele fica de front. Como vocês vão escutar no freestyle do Projota abaixo, tinha uma certa peculiaridade sobre o palco da casa…

Acredito que não há necessidade para se comentar a tracklist, todo mundo sabe a qualidade do show do Projota e de suas músicas. Mas só queria dar uma ressalva especial para a música “A Rezadeira”. Quando o rapper a anunciou, além dos gritos do público, as luzes se apagaram por alguns segundos e o clima estava perfeito. Às vezes você canta junto e nem percebe o quanto de história que uma letra carrega. E essa, nem se fala… experimente apagar a luz e preste atenção na letra… arrepiante!

Não sei se era a surpresa de ter a casa lotada, sendo que no show do ano passado tinha aproximadamente 200 pessoas, mas posso dizer que eu nunca tinha visto um Projota tão inspirado no freestyle. E não foi um só, mas foram várias “punchlines” que me fizeram rir de tão foda, inacreditável. Infelizmente, só filmando o show todo pra pegar um momento desses, mas às vezes penso que é bom não filmá-los, é bom deixar guardado apenas para os presentes, os mais de 1000 merecedores.

Projota mais uma vez veio à Blumenau, deixou todo mundo ansioso e pirando pra chegar sexta feira. Mais uma vez veio e se foi, mas tenho certeza que volta. Sim, certeza absoluta que volta. E não é só ele, quem sabe venha Rashid ou Emicida, mês que vem teremos Flora Matos é, parece que o RAP conseguiu penetrar o enorme bloqueio que havia em torno da cidade. E tenho certeza que uma enorme parte dessa barreira foi esse Samurai quem quebrou, que levou a música a todos ouvidos e trouxe o público para o show. Tudo bem, foi uma festa de Hip Hop com um cantor de RAP e não um show de RAP propriamente dito, sem problemas… enquanto tiver adrenalina, emoção, enquanto o clima for de amor à música, acho que o RAP tá bem posicionado!

Projota, assim como outros MCs, claro, não é apenas um rapper, mas sim um revolucionador pacífico. Ele não precisa fazer greve, protestar na rua, ele deixa que suas músicas o façam. O seu trabalho é alcançar o maior número de pessoas possíveis, e ele o tem feito, ah, tem!

Depois do show, fui pegar com ele os cds “Dádiva e Dívida”, que havia encomendado com o Rashid pra revender em Blumenau. Trocamos uma ideia e ele me confidenciou que sempre lê suas partes nas nossas resenhas, então vou ser breve pra não perder o tempo do cara, né.

Vi ele passar por um monte de meninas cansadas, acabadas num sofá… vi elas levantarem num salto ao avistarem seu ídolo passando. Vi Projota movendo mais de mil no sentimento… vi ele trazer o RAP lá do Lauzane pra vida de cada um desses. Vi sua felicidade em ter a casa lotada… vi a felicidade de todos ao tê-lo em sua cidade. Enfim, EU VI Projota!

Show do Projota em Blumenau - Twitter

Parabéns Hip Hop Club, Dj Kdog, Dj Kbeça, e todos os envolvidos que acreditaram na parada e lutaram até o fim pra trazer à festa toda beleza que teve. Parabéns Paulista, representou Blumenau e vai representar mais e mais, sempre, “é Blumenau na cena!”, né não? Parabéns Projota e Dj Zala pelo espetáculo sempre foda, Blumenau sempre de portas abertas pra vocês!

Quem quiser fotos do evento, nesta segunda sairão no http://www.hiphopclub.com.br!

#vaiRAP

Não perca mais nenhum post!

Qual a sua opinião?

1 Comment

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*